Melhores Dicas de Português Para Concursos

Dicas

Melhores Dicas de Português Para Concursos

Adriano Silva
Escrito por Adriano Silva em novembro 4, 2019
Lista VIP (Só os melhores tem acesso)

Receba Notícias, Dicas e Descontos Exclusivos... Tudo isso de forma 100% Gratuita

Toda prova de concurso exige conhecimentos de português. Afinal a compreensão da Língua – incluindo um bom nível de interpretação de texto e entendimento das regras gramaticais- é considerado habilidade essencial para profissionais de qualquer área.

O conteúdo dessa disciplina é muito vasto e exige bastante dedicação do concurseiro, no entanto existem algumas dicas simples que podem ajudá-lo a mandar bem na prova de português. Apenas seguindo essas sugestões você irá aumentar, em muito, o seu nível de acertos.

Calma aí, um minutinho… Antes de continuar, quero te falar do Curso Português Gold da Flávia Rita, conhecido como o Melhor Curso de Português para Concursos do Brasil.

Se você ainda não conhece, clique aqui

Agora, vamos para as Dicas

Conheça o estilo da banca

Uma boa forma de melhorar os seus resultados é dedicar um tempo para conhecer o estilo da prova que você pretende fazer. Cada avaliação tem características próprias no que tange a formulação das questões e assuntos mais exigidos.

Para isso, selecione provas anteriores  e estude os exercícios. Geralmente caem os mesmos assuntos e as questões são muito semelhantes. Quanto mais provas você fizer, mais treinado estará.

É recomendado também focar nos temas recorrentes na hora de estudar, raramente caem questões sobre fonética e fonologia, por exemplo. Existem assuntos que são mais utilizados na maior parte dos concursos como concordância, pronomes e regência, no entanto a banca tem suas preferências também. 

Se você perceber que caem muitas questões de regência, dedique um tempo maior a esse conteúdo. 

Leia os enunciados antes de ler o texto correspondente 

Você não deve ler todo texto primeiro para só depois ler a pergunta ou proposta. Uma forma muito mais eficaz é, primeiramente, se concentrar no enunciado e entender o que está sendo pedido, para só depois ler o texto. Se fizer dessa forma, terá mais chance de ir direto ao ponto, poupando, assim, muito tempo.

Inclusive, perceberá que algumas questões você nem precisará ler o texto.

Leia sempre livros e notícias

Ler constantemente vai te ajudar não só a afinar a gramática, como interpretar os textos muito melhor. 

Quanto maior o nível de leitura, melhor a habilidade de interpretação textual. Além disso, automaticamente você começa a identificar os erros e se habitua a escrever corretamente. 

Ao consumir notícias, você se mantém bem informado o que é essencial para a resolução de questões sobre atualidades e para a produção de uma boa redação.

Respeite e leve em conta o ponto de vista do autor

Na resolução das questões de interpretação de texto, o que importa não é o seu ponto de vista sobre o tema – a não ser que o perguntem – o que é analisado é a sua compreensão ou não da perspectiva sob a ótica do  autor. 

Em questões de múltipla escolha, não caia na armadilha de escolher a opção que emite juízo de valor diferente do autor, queira você concorde ou não com ele.

Entenda o contexto de aplicação

Dificilmente em uma prova terá questões que te peçam para responder a regra. Geralmente é exigido que você aplique uma regra dentro de um contexto. Na prática, será apresentado um texto onde terá uma situação onde você irá aplicar a regra.

Por exemplo, provavelmente vão pedir para que você identifique a função do sintática do pronome dentro da oração. Para isso você tem que pensar o contexto da oração.

Estude os conceitos a partir das questões

Essa é uma boa dica para quem tem muita dificuldade ou considera muito chato estudar português. O método consiste em inverter a ordem de estudo. 

Primeiro você pega as questões de provas anteriores do concurso escolhido, tenta resolvê-las e identifica o que você precisa estudar para responder as suas maiores dúvidas. Após isso, estude aqueles pontos que identificou.

Fazer isso ajuda você a estudar um conceito a partir da sua aplicação, o que torna a tarefa muito mais dinâmica. Outra coisa que será exigido é o conhecimento e uso correto da norma culta

Erros gramaticais mais comuns, para você nunca mais escorregar!

Agora que você já aprendeu algumas dicas de como estudar português para concursos, vai conferir as infrações à norma culta mais comuns. Isso vai te ajudar não só nas questões como na redação.

Então aqui vão algumas dúvidas mais comuns, para você nunca mais errar!

“Em vez de” / “ao invés de”

“Em vez de” é usado como substituição e “ao invés de” como oposição. 

Exemplo:

Em vez de ir ao cinema, vou ao teatro. 

Ele vai virar à direita ao invés de à esquerda.

“Faz” / “Fazem”

No sentido de tempo decorrido, o verbo “fazer” é impessoal, ou seja, só é usado no singular. 

Exemplo:

Faz 6 meses que não durmo bem. 

Nos outros casos concorda com o sujeito.

Exemplo:

Os meninos fazem o dever de casa todos os dias.

 “Ao encontro de”/ “De encontro a”

“Ao encontro de” é usado com o sentido de harmonia e “de encontro a” para confronto.

Exemplo: 

Sua postura vai ao encontro do que eu acho certo.

Eles se separaram porque a opinião de um ia de encontro do outro.

“Através” / “por meio”

“Através” expressa a ideia de atravessar. Já “Por meio” é sinônimo de “por intermédio” 

Exemplo:

O avião passou através das nuvens

Ele conheceu ela por meio de um amigo.

“Ao meu ver” / “A meu ver”

“Ao meu ver” não existe.

Exemplo:

A meu ver, aquele é o melhor teatro do país.

“A princípio” / “Em princípio”

“A princípio” corresponde a inicialmente, já “em princípio” equivale a “em tese”.

Exemplo:

A princípio, eu queria sair de casa. Agora, não quero mais

Em princípio, todos devem ter um julgamento justo.

“Senão” / “Se não”

“Senão” pode ser substituído por “caso contrário” ou “a não ser”. “Se não” é usado nas orações subordinadas condicionais.

Exemplo:

Ande rápido senão se atrasará.

Se não andar rápido, irá se atrasar.

“Onde” / “Aonde”

“Onde” corresponde ao lugar que algo está ou permanência, já “aonde” indica movimento.

Exemplo:

Onde você deixou o seu carro?

Aonde iremos hoje?

A /” há “

Para indicar tempo passado, usa-se o verbo haver. O “a” , como expressão de tempo, é usado para indicar futuro ou distância.

Exemplo:

A última vez que falei com ela foi há anos.

Minha casa fica a meia hora da festa.

 “Retificar” / “Ratificar”

“Ratificar” significa comprovar algo, confirmar, já “retificar”  é corrigir, consertar.

Exemplo:

Os dados  prévios da equipe foram ratificados pelo órgão de pesquisa.

Os erros nos laudos foram retificados rapidamente.

Entre eu e você” / “Entre mim e você”

“Entre eu e você” está errado. O expressão correta é “entre mim e você”,  pois “eu” é pronome pessoal do caso reto e só pode ser utilizado na função de sujeito e antes de um verbo no infinitivo.

Exemplo:

Há muitas coisas em comum entre mim e você.

“Mal” / “mau”

“Mal” pode ser um advérbio de modo ou um substantivo e o oposto de “bem”. “Mau” é sempre uma adjetivo e faz oposição a bom. 

Exemplo: 

Mal começou o dia e ela já está cansada.

Meu mal é a cachaça

Um homem mau nunca alcança a felicidade

“Mas”/ “mais”

“Mas” é uma conjunção adversativa equivalente a “porém”, “contudo”, “todavia”. “Mais” pode atuar como pronome ou advérbio de intensidade.

Exemplo:

Ainda não está na hora do almoço, mas já estou com fome.

Eu fiz mais exercícios hoje do que ontem.

Beatriz é uma das alunas mais estudiosas da classe.

Esses acima são alguns exemplos de erros mais comuns cometidos no concursos. 

Conclusão

A  Língua Portuguesa tem muitas regras e não é considerada um idioma relativamente fácil. Além disso a alta frequência de erros reflete os problemas educacionais de base no Brasil. Por isso para se dar bem no concurso estude bastante e siga as dicas acima.

Lembre-se: Para estudar português para concursos de forma eficiente e leve, a melhor resposta é o Curso Português Gold da Professora Flávia Rita!

Faça da leitura um hobby, isso sempre ajuda.

Boa sorte e boa prova!

E aí,

Comentá aí o que você achou desse artigo!

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *